sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Globo Inverno revela encantos de São José do Belmonte, em Pernambuco.


O Globo Inverno começa pelo Sertão de Pernambuco, em São José do Belmonte, uma cidade que tem a sua história ligada à obra do mestre Ariano Suassuna. A cidade fica no Sertão Central do Estado, a 479 quilômetros do Recife. Com 32 mil habitantes, Belmonte, como é chamada, guarda todas as caraterísticas de uma cidadezinha do interior. Um dos seus destaques é o casario antigo. Em uma das casas, nos anos 20 do século passado, um comerciante foi assassinado por um bando de cangaceiros. Entre eles, estava Lampião. Mas a grande atração de São José do Belmonte fica na zona rural, na Serra do Catolé. É a Pedra do Reino, uma formação rochosa que chama a atenção pela imponência. Neste lugar, entre 1836 e 1838, mais de 50 pessoas foram sacrificadas. Eram seguidores do sebastianismo, que pregava a volta do rei como libertador do povo. Todos os anos, os belmonteses promovem uma cavalgada que sai da igreja matriz. Com trajes medievais, eles percorrem 36 quilômetros até a Pedra do Reino. Os fatos ocorridos no local levaram o escritor Ariano Suassuna a escrever o Romance da Pedra do Reino, lançado em 1970. Neste programa, Ariano volta ao lugar, que ele considera mágico, mais uma vez. Desde 1996, por ideia do escritor, grandes esculturas de pedra feitas por Arnaldo Barbosa, de Olinda, foram colocadas lá. Postadas em círculo, elas vão compor um santuário. Ariano conta o que sentiu quando esteve no local pela primeira vez.