terça-feira, 2 de junho de 2015

São José do Belmonte promoveu a 23ª edição do evento, que recebeu centenas de visitantes durante o último final de semana de maio








Por Luíza Tiné
Um final de semana para celebrar a cultura sertaneja, a herança deixada pelos portugueses, a obra de Ariano Suassuna. Foi o que aconteceu no município de São José do Belmonte, localizado no sertão de Pernambuco, que promoveu nesta última sexta (29), sábado (30) e domingo (31) mais uma festa da Cavalgada à Pedra do Reino. Esta foi a 23ª edição do evento, que este ano teve como grande homenageado o escritor paraibano Ariano Suassuna, responsável por escrever “O Romance da Pedra do Reino e do Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta”, obra publicada em 1971 que inspirou os festejos. 
A Cavalgada relembra, anualmente, o massacre ocorrido em 1838, encabeçados por seguidores do movimento sebastianista que acreditava que Dom Sebastião, rei de Portugal desaparecido em uma batalha no Marrocos, estaria encantado nas duas pedras. 
Em 2015 a festa, que faz parte do Festival Pernambuco Nação Cultural, teve como tema “A Sagração do Imperador da Pedra do Reino”, e contou com a presença especial da família Suassuna, incluindo a viúva, dona Zélia, os filhos Dantas, Ana Rita e Isabel e os netos Lucas e Mariana, que por sinal, foram convidados pela organização local do evento para viver o rei e a rainha. 
Durante todo o final de semana, a cidade, que fica a aproximadamente 480km do Recife, se vestiu de azul e encarnado e elementos do movimento armorial por todo lado para receber centenas de visitantes e realizar uma programação extensa de apresentações culturais de bandas de pífanos, reisados, violeiros, repentistas e aboiadores, além de abrir as portas do Castelo Armorial e Memorial da Pedra do Reino para visitação. Na noite da sexta (29) no palco principal, localizado no Pátio de Eventos Carlos Antônio Gomes da Cruz, no centro da cidade, se apresentaram os cantores Guilherme Dantas e Flávio Leandro. 
Ainda como parte da programação, na tarde do sábado (31) foi realizada mais uma edição da Cavalhada Zeca Miron, inspirada nas tradições ibéricas, onde dois times de cavaleiros, representando os Mouros e os Cristãos, nas cores azul e encarnado, competem entre si. Durante o evento, foi inaugurado um painel, pintado pelo artista plástico local Silvinho em uma das paredes do Estádio O Carvalhão, também em homenagem à Ariano. O mural contém a imagem do escritor ornamentada com elementos do movimento armorial. Após a cavalhada, o tradicional forró na Bodega do Dida, no centro da cidade, animou os visitantes com trio de forró pé-de-serra, seguido pelos shows de Jorge de Altinho e Gean Mota.
O momento mais esperado, no entanto, foi a alvorada do domingo (31), quando o cortejo de cavaleiros, liderados pelo rei e rainha, representados por Lucas e Mariana Suassuna que usavam trajes armoriais, se reuniu em frente à Igreja Matriz de São José para receber à benção e seguir rumo a Serra do Catolé, onde está localizada a Pedra do Reino. Uma multidão se aglomerou em frente à paróquia para assistir a celebração, sob os olhos atentos e emocionados de Dona Zélia Suassuna e com as apresentações do Coral de Aboio de Serrita, da Banda Filarmônica São José e da Banda de Pífanos do Mestre Ulisses. O sítio histórico da Pedra do Reino está localizado a cerca de 26km do centro da cidade e a chegada ao local foi regada a fogos de artifício e muitos aplausos, como todo cortejo real deve ser. Uma verdadeira celebração a obra de Ariano, as tradições ibéricas e a cultura sertaneja. 
A organização do evento estima que cerca de três mil pessoas subiram a serra no último dia de festa, seja de carro, a cavalo ou de moto, para celebrar o encerramento da Cavalgada, que teve direito a palco montado com shows de Trio de Forró de Douglas, Naldo Aboiador e Sérgio do Forró. A Cavalgada à Pedra do Reino é um dos eventos mais importantes de São José do Belmonte, que movimenta o comércio, turismo e economia do município, além de ser um grande momento de confraternização entre famílias locais.
Realizada numa parceria entre a Associação Cultural Pedra do Reino, Prefeitura Municipal de São José do Belmonte, Governo do Estado de Pernambuco, Secretaria de Cultura e Fundarpe – Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, a edição de 2016 acontecerá novamente no último final de semana do mês de maio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário